Terça-feira, 23 de Agosto de 2011

DIA 1 – # Carta para uma pessoa falecida com a qual gostavas de falar.

Olá avô.

 Espero que te estejas dando bem lá fora sem mim, porque eu não estou me dando tão bem sem ti. Tenho esperado tanto tempo para te abraçar e para te ver voltar ao lugar onde realmente pertences. Que é aqui ao pé de mim.
 Não consegui salvar-te dessa doença que te foi matando aos poucos, e matando-me a mim também. Tentei proteger-te do mundo, mas não consegui. Ele quando quer é realmente forte, e por isso, perdoa-me.
 Os meus caminhos perderam-se no dia em que tu me abandonas-te. O destino enganou-me a mim, enganou-te a ti, e deixou-me aqui presa. Todas as lembranças mentém-te próximo, elas ajudam aliviar a dor por dentro.
 Fizeste-me prometer que encontraria o meu caminho de volta nesta vida, mas eu estou tentando arranjar um modo de saber que tu estás bem.

 Sei que estas presente. Sei que estas bem perto de mim, mas os meus olhos não te veem, o meu coração não te sente, os meus ouvidos não te ouvem. Eu sabia que iria doer, sabia que a saudade me ia preencher cada gota do meu sangue. Sabia que se iriam abrir feridas que embora fossem fechadas deixariam cicatrizes. Eu saber sabia, mas não sentia.
 Vou continuar á espera do nosso encontro, etenho a certeza que quando te abraçar, nunca mas nunca mais te irei largar. Amo-te avô, serás sempre o melhor.

publicado por loveremainsthesame às 01:18
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De OhDΔrling a 23 de Agosto de 2011 às 01:34
Juro que neste momento estou emocionada ;;
Está linda linda linda! adorei ;;

Comentar post